Foto Banco de Sementes

Para iniciar o seu banco de sementes você precisa saber a origem das primeiras sementes da sua produção. Dê preferência às sementes puras e ou crioulas que são produzidas por pequenos agricultores, pequenos grupos de sua confiança ou pequenos produtores que comercializam sementes saudáveis. É possível também retirar as sementes dos alimentos orgânicos que são vendidos em feiras especializadas.

O segundo passo é plantar essas sementes, cada qual com a sua especificidade, umas podem ser plantadas diretamente na terra, de preferência bem adubada e rica em matéria orgânica, como por exemplo rúcula, amaranto, gergelim, milho, feijão, cenoura, abóbora, rabanete e etc… outras necessitam de um berço um pouco mais acolhedor, como as sementeiras para a produção de pequenas mudas que posteriormente serão transferidas para o campo. São elas: alface, brócolis, acelga, beterraba, espinafre, couve, repolho, alho poro e etc…

Cultive variedades de plantas comestíveis, medicinais e ornamentais, pois isso atrairá polinizadores e pássaros que se alimentam de insetos, assim será mais difícil de atrair pragas. A diversidade de uma horta favorece a matéria orgânica do solo, evita a erosão, favorece para um clima fresco, diversifica a variedade de animais silvestres e aumenta a beleza natural.

Lembre-se sempre de realizar um rodízio do seu plantio para o solo não ficar viciado e não se esqueça que o consórcio de plantas aumenta a diversidade e saúde do seu cultivo em geral! Muitas plantas são companheiras ajudando umas às outras na sua evolução. Um vegetal que gosta muito de sol pode oferecer sombra para outro um pouco mais sensível. O feijão se apoia no milho para subir, a abóbora sombreia a terra para outras espécies e a pimenta espanta as formigas e por aí vai.

COMO COLHER UMA SEMENTE SAUDÁVEL?

1º – Selecionar as melhores plantas. Considere a saúde da planta inteira, não somente os frutos.

2º – Marcar a melhor planta com uma fitinha vermelha para manter os desavisados longe.

3º – Deixar esta planta crescer e florescer atingindo o seu potencial máximo. Ao atingir esse potencial deve-se prestar atenção para não “mimar” demais a sua produtora. A partir daí, evite regar demais a planta e alimentá-la com tanto adubo orgânico. Com este corte, a planta entende que precisa depositar toda a sua carga genética em suas filhas para perpetuar a sua espécie. Ela dará o máximo para suas filhas e você terá incríveis sementes!

4º – Nas plantas rasteiras o primeiro fruto é o que vai ser separado para a semente.

5º – Nas plantas verticais os frutos mais próximos da terra são os que estão mais ligados a matéria e os frutos que estão mais no alto, são os que estão mais ligados ao cosmos. Portanto se você deseja vegetais felizes na sua horta deve colher os frutos do meio, pois eles possuem uma bom equilíbrio entre matéria e espírito.

6º – Uma vez coletadas deixe-as secando ao sol, porém evite o horário das 11:30 às 14:30.

7º – Selecionar as sementes maiores e mais bem formadas e guardá-las em recipientes herméticos (com o mínimo de oxigênio). Sem ar, insetos vão morrer e os fungos, bactérias e vírus terão dificuldade em sobreviver. Pode-se usar cinzas para preencher os espaços ou acender um fósforo dentro do pote e fechá-lo para queimar o oxigênio. Pode-se adicionar uma folha de louro ou pimenta como um repelente de insetos.

8º – Coloque o nome da planta, a data de coleta e o local.

9º – Altas temperaturas e umidade são inimigas das sementes. Mantenha-as em um local com temperatura de 5ºC a 20ºC. A maioria das sementes podem ser armazenadas na geladeira (temperatura constante) por até 4 anos.

10º – Checar as sementes armazenadas a cada poucos meses para ver se encontra insetos ou mofo. Se existirem insetos, remova as sementes do recipiente e coloque-as na geladeira por 2 dias. Os insetos irão morrer. Retire as sementes da geladeira e deixe algumas germinar (isso é um teste para checar a sua viabilidade), se mais da metade germinar elas ainda estão boas para serem armazenadas, caso poucas germinem, plante tudo de uma vez!

Sementes são melhores preservadas se forem continuamente plantadas e compartilhadas!